Um homem rumo a vida adulta

Tem horas na vida de um homem que ele tem que parar de pensar em suas ROMs de Pokémon, seus joguinhos de Playstation 2 e desligar o computador que estava baixando álbuns de bandas de sua adolescência.
Começo nesse post a narrar historinhas não-lineares sobre essas “desventuras” no mundo cão de hoje. Desafios insuperáveis serão derrubados. Barreiras inderrubáveis serão superadas. Baleias que não chupevam iorgute babalufam na mosqueteira!

Como saber quando você está pronto para ser um adulto? Fácil.
Você nota que está chegando na vida adulta quando já tem RG, CPF, Título de Eleitor, sua barba cresce rápido e, claro…
ENTRÁ EM FILA PRA PAGÁ CONTA!!1

Hoje fui com Ana Paula, a acompanhante, pagar contas. Fomos à famigerada Marelus, onde paguei a última parcela do meu Playstation 2, usando 4 notas de 50 reais. Notei que a nobre atendente era muito inteligente e percebeu que eu dei dinheiro à mais do que deveria dar. Usando de seu sorriso e sua competência profissional, ela devolve os 30 reais sobressalentes. Muito honesta, ela.

Com dinheiro em mãos, fui ao banco pagar um DVD que comprei pela Internet. Não tinha fila, mas o Banco do Brasil oferece duas canetas para 35 pessoas usarem para assinar seus envelopinhos. Aguardei a mocinha parar de acariciar sua criança de colo e com um golpe furtivo, rápido como uma doninha, tomei a caneta. Assinalados os campos, fui até o caixa, que não tinha fila nenhuma.
Coloquei o envelope na máquina, que o engoliu, cuspiu a notinha amarela que eu insisto em chamar de Boleto e insisto em ser corrigido (“É extrato”, diz Paula).

Pulando para a parte interessante, se é que algo disso foi interessante, chegamos na Pernambucanas, a loja que mais… bem, a imagem fala por ela mesma.


Dezenas de pobres pagando suas televisões 14″, geladeiras e celulares.
Em 12x sem juros no cartão, claro.

Porque pobre é assim. Não pode ver um 12x sem juros que corre disparado pra comprar uma televisão ou uma geladeira. Casas Bahia e Pernambucanas são as vítimas preferidas.
Na fila, me sentia como um X-Salada. Já se sentiu como um X-Salada? A fila era enorme. A espera não ia ser menor que 30 minutos. Então Paula tem a brilhante idéia de usar o seu maior dom naquele momento. Ela sentou.
Já eu não. Firme e forte, continuei ereto e guardando nosso lugar na fila. Notável desempenho da fila, a esse momento. Quando entramos, estávamos ao lado do setor de calcinhas. Agora ladeávamos um “estande” com acessórios da Malhação, como podem ver na foto, ao lado da cabeça da segunda pessoa, da esquerda para a direita. Nota-se a importância desse setor, cujo “logo” tinha foto de vários personagens da novelinha teen – da temporada de 2004. A distância percorrida: 4 passos.

A essa hora, a fila parou. Não sei se era pela curva que a essa hora havia contornando a Vagabanda ou porque alguém lá na frente tava fazendo uma cagada sem tamanho. Paula, a esperta, foi conferir outra fila. Eu não fazia idéia de que havia outro caixa. Ela, espertinha, foi.

Comunicávamos por sinais faciais.
“Fica aí”, entendi pelas suas expressões. Eu fiquei. Menos de 5 minutos depois, Paula havia sido engolida pela multidão de pessoas. 10 minutos depois, ela estava do meu lado.
OMG PEGUEI FILA ATOA VO T KEBRA SUA KRA!!!!!11

Ser criança era tão mais fácil…

[update sem noção do ridículo]
A de Amor…
B de Baixinho..
C de Coração…
V de Vingaça…

Anúncios

Autor: Raphs

Três palavras definem bem o autor: velho mau humorado. Fisicamente, três anos a menos. Mentalmente, sessenta anos a mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s