Profissão: perigo

Sinceramente não sei como você chama esses ilustres colaboradores das vias públicas, mas aqui em Sertãozinho é lixeiro, mesmo. Ou gari, se preferir.


Diga onde você vai, que eu vou varrendo.
Vou varrendo, vou varrendo, vou varrendo, vou varrendo.

O lixeiro, aquele cara sempre com pressa que passa na frente de sua casa todos os dias… não, em muitos lugares do Brasil o lixeiro não passa todos os dias. Vamos generalizar, então.
… que passa na frente de sua casa algumas vezes por semana, pegando aquele saco preto cheio de comida em decomposição, seu gato Bolinha que morreu semana passada, o pedaço do braço da sua irmã que você arrancou quando ela pisou no seu videogame.

Eles não têm sentimentos e não estão interessados em saber o que há dentro dos sacos. São como uma máquina: chegam, pegam, jogam, correm. E fica nessa ordem eternamente, até a cidade estar completamente livre dos sacos de lixo que repousam na frente das casas.

Imagino o quão divertido deve ser brincar de “Quem acerta o lixo no Osvaldinho mais vezes” enquanto trabalha.

– Aeee acertei na barriga, 10 ponto pra mim, marcaí Miltinho.
– Opa! Acertei a cabeça! 50 pontos!

– Pô, véi. Porque ele não tá levantando?
– Cara, cê matou o Osvaldinho.
– Sério?
– É! Ele não tá se mexendo, cara!
– HAHA 100 PONTOS PRA MIM NÉ MEU!


Boça

Esses humildes trabalhadores não sabem, mas eles são incomparavelmente mais importantes do que várias outras profissões que existem aí pela cidade. Comparar a importância do trabalho de um advogado com o de um lixeiro é comparar War, aquele jogo que seu pai tinha mas você nunca aprendeu a jogar, com Banco Imobiliário.

War é mais difícil e quem sabe fica entretido por horas e horas e horas. Já Banco Imobiliário abrange um público mais fácil e muito, muito mais amplo. Logo, jogar Banco Imobiliário é muito mais divertido do que jogar War.
Além do que Banco Imobiliário é mais barato.

Além do mais, o preparo físico de um lixeiro é superior a muito lateral-esquerdo por aí, viu. Se ele corre atrás do caminhão o dia inteiro, maratona pra ele é só um pique.


Caminhão de lixo com… perus do lado?!

Enfim. Você pode valorizar muito mais esses humildes trabalhadores, que são pagos pra pegar as embalagens de Chicabon que você deixa cair todos os dias.
Nunca chame um lixeiro de cheiroso, Boticário e derivados. Eles podem não gostar. Experiência própria.

Ah sim. Não vou mais upar musiquinhas nonsense pra vocês baixarem não. Ninguém baixa, puta falta de consideração. Mó foda baixar essas musicas idiotas .

[Update]
Comunidade muito legal e fora de contexto. Do meu amigo Kelb.

Anúncios

Autor: Raphs

Três palavras definem bem o autor: velho mau humorado. Fisicamente, três anos a menos. Mentalmente, sessenta anos a mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s