Mulher deve dirigir fogão

Vivemos em meio a guerras civis, disputas seculares por religião ou petróleo, interesses mundanos e mesquinhos dos mais poderosos, em detrimento à boa vontade dos menos afortunados.

Existe um mito, uma esperança coletiva, de que existe um lugar fantástico onde todos os habitantes vivem em paz e harmonia, uns com os outros. No subconsciente de todas as pessoas do universo, inclusive daquelas que insistem em residir em lugares inóspitos como Netuno ou Capão Redondo, existe a vontade de viver em um lugar onde não há violência, o nível de escolaridade é altíssimo e não existem diferenças sociais. A meu ver, mesmo que exista, este ainda não é o lugar ideal para a manutenção e sobrevivência da raça humana.

Eu gostaria de viver num lugar onde todas as pessoas tivessem bom senso ao dirigir.

aew seus trochaaa huahua fik pra tras ae to ownandooo

Pra ‘resumir’, se é que eu fosse capaz de resumir algo, quase transformei meu automóvel em uma lata de sardinha por motivos idiotas: chuva e uma mulher no volante.

Não é novidade que não gosto de Natal. Religioso como sou, o Natal pra mim é uma data tão importante quanto as festas juninas – com o defeito inadmissível de impossibilitar qualquer estabelecimento comercial de exercer suas atividades, afinal as atendentes precisam dar aquela escapada pra visitar seus parentes no interior de Goiás.

Não sei como foi sua tarde de Natal, mas a minha foi absolutamente tediosa e quente. Aposto que você leitor também está acostumado a acordar todas as manhãs, escancarar a janela do quarto, olhar para aquele céu azul promissor e dizer:

– AH QUE DIA LINDO, O SOL BRILHA, OS PÁSSAROS CANTAM E A UMIDADE RELATIVA DO AR ESTÁ ACONCHEGANTE.

E NÃO É QUE A PRESSÃO ATMOSFÉRICA TAMBÉM ESTÁ TUDO DE BOM HOJE?

Combine uma tarde tediosa trancafiado no seu quarto com uma sensação térmica de cozinhar costela no bafo. Adicione a isso brigas com a namorada, um tablete de caldo de galinha e leve ao forno por noventa minutos, em fogo baixo. O que você tem?

UMA VONTADE DESESPERADA DE SAIR DE CASA

Peguei meu carro, liguei meu mp3 player com uma seleção cremosa com o melhor do Rock’n Roll e saí pelas ruas de Sertãozinho, dirigindo com a maior calma do mundo e sem pressa pra retornar ao meu domicílio. Pela primeira vez desde a aquisição do bólido, o motor roncava mais baixo que o som, como se respeitasse os nomes que passavam pelo LCD do aparelho. Pela primeira vez na história do Rock, Bruce Dickinson mediu forças com um motor 1.6 8V de um Corsa.

Ao passear pela avenida principal, me deparo com uma chuva simpática – a famosa “chuva de molhar bobo”. Pra quem dirige, principalmente motocicletas, essa chuvinha é o principal sinal de que merda pode acontecer. A fina camada de poeira que se deposita sobre o asfalto, misturada com a esparsa água da chuva, forma uma película escorregadia sobre a rua. Aí, meu filho, é torcer pra que a 1ª Lei de Newton faça sentido – não importa como você use os freios, o carro acaba escorregando de qualquer jeito.

É mais ou menos como se alguém espalhasse OMO PROGRESS na rua. Você freando seu carro a 40 por hora ou alguém pousando um ÔNIBUS ESPACIAL, tanto faz.

Optei por sair da avenida, por ser mais seguro transitar perigosamente por ruas menos movimentadas. Ledo engano.

Não é de hoje que reclamo de mulheres ao volante. Pode perguntar a qualquer um: as mulheres são seres abomináveis na direção, por tentarem fazer o máximo de coisas ao mesmo tempo o quanto for possível. Podem colocar o cinto enquanto mexem no rádio, se vêem no retrovisor central enquanto mudam a marcha.  Mas o pior defeito, acima de todos os outros detalhezinhos que as tornam nefastas motoristas, é o fato de elas PENSAREM ter consciência do que estão fazendo, o tempo todo. E ainda acharem que estão com toda a razão do mundo.

e conseguiu... EM CIMA DO UNO

Meu caso foi assim: estava eu a trafegar pela rua, calmamente, a uma velocidade perfeitamente aceitável. Tão instantâneamente quanto o Big Bang, um Fiat Idea dá seta e, ao mesmo tempo, sai da posição estacionária que se encontrava e bota seu bico enorme na rua para sair. O pequeno detalhe é que eu estava exatamente ao lado do carro.

Caso você tenha problemas em criar uma imagem mental, foda-se com força, você me fez ter trabalho.

DRAMATIZAÇÃO, MANO

O Idea então me fechou. Com a mesma velocidade que a infeliz motorista do carro inimigo saiu de sua vaga, eu enfiei meu pé no freio. Levando-se em consideração a mistura OMO PROGRESS + ASFALTO + FREIO, o que aconteceu? O carro cantou como um tenor italiano, antes de derrapar uns dois metros e parar – a poucos CENTÍMETROS do Idea.

Resultado? A mulher sai do carro me xingando pra caralho.

– NÃO VIU EU SAINDO NÃO CARAI?????
– Não me viu PASSANDO?
– MAS VOCE TEM QUE ESPERAR QUEM TÁ SAINDOOO
– Não não, dona. Eu tô andando, você parada. Quem tem que esperar é você.
– AFAFAF E SE EU BATO O CARRO+__??
– Aí é problema seu, dona. Sorte sua que eu parei, você provavelmente pagaria o prejuízo dos dois.
– AEIEI VSF OW !!!!!!!!!!!!
– ok

E fui embora. A imbecil ainda ficou circulando o carro dela, em busca de escoriações – na chuva.

Às vezes é difícil de acreditar, mas aquele ditado de “mulher no volante, perigo constante” é tão verdadeiro que assusta. Você está no trânsito, vê alguém fazendo cagada. Quando olha, PASMEM, é uma mulher – invariavelmente.

Os únicos que conseguem ser piores que mulheres são velhos, que acham que no trânsito vão ser respeitados em conta de sua EXPERIÊNCIA DE VIDA. Experiência de vida é meu pau de óculos, velho do caralho.

brinks amigos amo vocess

Anúncios

Autor: Raphs

Três palavras definem bem o autor: velho mau humorado. Fisicamente, três anos a menos. Mentalmente, sessenta anos a mais.

23 comentários em “Mulher deve dirigir fogão”

  1. OPA, FIRST HEIM RS

    “Você está no trânsito, vê alguém fazendo cagada. Quando olha, PASMEM, é uma mulher”

    Desculpa pras girls que leem esse blog, mas isso é FATO.

    Curtir

  2. colé?

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    aff véi… apesar de ser mulher, a carapuça serviu aê!
    sou ruim pacas ao volante! kkkkkkkkkkkkkk
    estabanada toda!

    mas… no fogão sou pior!
    consigo queimar ateh miojo! (apesar de saber cozinhar)
    Então… prefiro o carro! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Que lero lero de mulher no fogão rapá?
    se sái! rsrsrrs

    adoro o blog!

    bjOs

    Curtir

  3. Cara, acho que o IDEIA tem algo com isso…
    Aconteceu algo igual comigo… não exatamente igual.
    Estava eu na faixa da direita da anchieta (SP) atingindo os requeridos 95km/h para ultrapassar um caminhão e finalmente entrar na pista.
    Uma mulher me entra na faixa a uns 20 metros com velocidade de 30km/h em 3 marcha.
    Escapei tão fácil quanto a merda escapou do meu anus.
    Medo.

    Curtir

  4. o foda é quando você sabe que quem fez merda tá errado, quem fez merda SABE que tá errado e ainda quer pagar uma de certinho e jogar a culpa pra cima de ti. TENSO.

    Parabéns, se você acha que ai tem pessoas ruins ao volante, não viu nada, pq aqui em goias é MUITO PIOR.
    Os habitantes daqui, acostumados a ‘guiá carr di boi’ ainda não se adaptaram ao automovel, ainda achando que seta só se liga naqueles programa de tv quando ‘ as luizi fica tudu piscanu’ pra mostrar que tá funcionando.
    Tenho serias suspeitas que os aplicadores de provas de direção aqui são velhinhos cegos em estado terminal, até pq o cara que me aplicou o teste DURMIU DURANTE 5 MOTHERFUCKING MINUTES… nesse tempo eu poderia ter atropelado uma excursão escolar INTEIRA e o feladaputa nem teria visto.
    amazing

    Curtir

    1. kkkkkkkkkk, concordo plenamente com vc.. sou “do goiais” e peno com a galera q acha q seta é acessório de luxo , ou gasta se usada corretamente… Aliás, isso quando não dão seta pra direita e viram pra esquerda.o0

      Curtir

  5. Raphs , Muita calma com essa afirmação… ser tapado no volante não tem nada ralacionado com o sexo.. Conheço homens pessimos de direção, assim como conheço mulheres q dirigem super bem…

    Curtir

  6. Lugar de mulher (bonita) é aqui na minha casa, podem vir que tem lugar para todas.

    Ae, eu sou do litoral de SP, São Vicente, sendo mais especifico, tô lendo o pessoal ae falando de Goiás, já fui para Goiania dua vez, véi é outro nível. Os caras RESPEITAM rotatória, o prefeito aqui de Praia Grande resolveu chapar a avenida principal de rotatória. Maluco, é mais seguro brincar de “roleta russa” do que passar nas rotatórias daqui.

    Curtir

  7. Os velhos eu até respeito, não é culpa deles a idade chegar e eles não terem mais os reflexos na direção. Mais mulher é foda mesmo, e o pior é que acham que admitir que foi culpa delas é como se elas estivessem “perdendo a discussão”. Se fez merda se desculpe, nem tem discussão porra.

    Curtir

  8. Já aconteceu uma situação parecida com meu pai, mas no caso a mulher estava em movimento e decidiu, do nada, entrar na frente do papai, que adora dirigir como se estivesse voado. Resultado? Ele entrou no carro dela com força. E o pior, ela sumiu e nem arcou com os gastos. Ela era uma mulher idosa.
    Respeitemos.

    O fato de ela ser uma mulher não influenciou em nada, ok? HAHA
    Gosto dos seus posts.

    Curtir

  9. Quando eu vejo alguém vazendo algo REALMENTE idiota no trânsito penso: “ou é mulher ou velho de chapéu”. Mas isso é muito preconceito, cara, minha mãe dirige muito bem mesmo, pelo menos quando está acordada. É uma peninha que ela tenha o péssimo hábito de cochilar na direção :
    Dá MUITO medo, véi.

    Curtir

  10. Absurdo falarem que mulher deveria pilotar fogão ao invés do carro.É comprovado estatisticamente que as mulheres são mais prudentes e por conta disso sofrem número bem menor de acidentes.
    Homem que deveria pilotar fogam.
    Ouviram rapazes?
    Beijos de uma mulher muito boa no volante.

    Curtir

  11. BLOG FUDIDO DA PORRA MALANDRO.

    odiar as coisas é uma arte. PARABÉNS, odeio todo tipo de humor online, desde charges a mundo canibal, esse lixo não presta, mas incrivelmente tu me faz cagar de rir com um simples post, taquipariu.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s