Uma breve resolução sobre minha opinião política.

Disclaimer:

Tá maluco quem pensa que este é um texto a favor do candidato José Serra. Embora tenha algumas palavras sobre a candidata Dilma Rousseff, que é feia e burra, eu não sou partidário ou militante do candidato tucano. Entendam que não importa o presidente que tenhamos, “o problema são vocês”.

 

Sabe, ultimamente eu tenho me estranhado. Tenho evitado entrar em conflitos, tenho evitado debater e argumentar. Tenho evitado falar de política também, a uma semana das eleições.

Chega a ser curioso parar e pensar que quatro anos atrás eu já estava nessa de militância, no auge do meu ensino médio. Àquela época, a saudosa professora de geografia Maria Imperatriz (de nome pomposo, uma das pessoas mais eruditas que já conheci) inclusive dizia que eu poderia me lançar em carreira pública. Segundo ela, também, eu tinha o poder da dicção e da retórica, idéias contundentes e tinha potencial.

Bom, eu tinha 17 anos.

Não que minha opinião vá mudar o rumo das eleições, isso é coisa que todo blogueiro da UOL sonha fazer um dia. Probloggers que se acham relevantes tentam fazer isso o tempo todo. Eu não quero que você adote minhas idéias como verdades absolutas. Meu objetivo é fazer você abrir sua cabeça, filtrar informações e assimilar não o que é verdade, mas o que é RACIONAL.

E eu peço que, por favor, se você é daqueles que repassa e-mail com piadinha ou dossiê sobre a ilustríssima candidata do PT Dilma Rousseff, que pare de ler agora e clique neste link.

Não, não defendo a candidata petista e seu cabeção imenso, sua cara de Jigsaw e seu passado terrorista. Também não defendo o tucano e seu mar de promessas e feitos mascarados, assim como não simpatizo com a voz fina da candidata do partido que se diz verde, mas que entope o pára-brisa do meu carro com santinho dos seus candidatos.

A parte triste é que você é obrigado a votar, e mesmo se não simpatiza ou concorda com nenhum dos candidatos, tem que escolher um.

“AH MAS VOTA NULO, SE TODO MUNDO VOTAR NULO CANCELA A ELEIÇÃO, RESEBI UM E-MAIL ASSIM”

Se você acredita em corrente de e-mail, espero que mil pirocas sejam esfregadas na face da sua irmã de 15 anos enquanto ela dorme.

Mais ou menos desde a eleição de Genghis Khan para presidente do Reino Mongol, circula pela internet uma mensagem dizendo que, se caso 51% do total de votos para presidente forem nulos, a eleição é cancelada e terá que acontecer em uma nova data, com candidatos que não concorreram ao pleito anteriormente. É quase como se você não gostasse de uma marca de ração de cachorro em especial, forçasse por lei o dono do lugar a esvaziar o pet shop inteiro.

Simples:

A desgraça que assola a política brasileira é a obrigatoriedade do voto.

Convido você a voltar no tempo, na época que a junta militar escolhia os presidentes e os jovens iam às ruas pedir pelas eleições diretas. Nessa época, SEUS PAIS pintavam as caras e iam à luta, falavam, conheciam e viviam política.

Lutaram contra a impotência do povo em escolher seus próprios comandantes. Primeiro, não tínhamos o voto. Vieram as Diretas Já e nos deram o poder do voto. Só que os manipuladores viram que o poder era bom, e quiseram o aumentar: tornaram o voto obrigatório.

Não importa se você quer votar, se você sabe votar ou se você sabe o que significa eleger seus líderes: você DEVE seu voto à nação. A campanha política diz que o voto é um direito seu… mas é obrigatório. É mais ou menos como você ter o direito e optar por não comer merda, mas alguém criar uma lei te obrigando a comer alguns gramas de fezes caninas a cada quatro anos.

Então os deuses da “democracia eleitoral” brasileira tiveram uma idéia brilhante: dar o poder da comunicação aos candidatos. Surgiu a propaganda política na televisão, rádio e afins. E eles viram que isso era bom. Tão bom que tornaram a propaganda política gratuita e obrigatória.

Então, vamos somar: o voto é um direito seu, mas é obrigatório. A propaganda política é gratuita, mas é obrigatória.

O brasileiro simplesmente não tem o direito de abster-se de um direito que ele conquistou simplesmente porque os interessados nisso precisam de você para aumentar seu poder.

Cria-se então – forçosamente – quatro tipos de eleitores: os conscientes, os retardados, os indiferentes, e os analfabetos.

Os eleitores conscientes são aqueles que acompanham as eleições, os candidatos e analisam as propostas, os planos de governo, o passado de seus candidatos. É aquele eleitor que assiste debates, conversa, discute e tem opinião própria.

Os retardados são aqueles que acompanham as eleições como se seus candidatos fossem times de futebol, torcendo cegamente para que seu favorito ganhe. É o caso dos petistas e tucanos doentes o suficiente para ocupar metade do avatar do twitter com uma faixa SERRA 45 ou colocar montagens com fotos da DILMA HEROINA DA NAÇÃO no orkut – e o mesmo se aplica a anti-tucanos e anti-petistas. Eleição não é futebol.

Os indiferentes são aqueles que vão votar apenas por obrigação. Muitos deles infelizmente se encaixarão no bloco dos “votos de protesto”, o mesmo tipo de gente que elege Tiririca com mais de um milhão de votos. Outra parte irá se encaixar naqueles que vão votar apenas para não pagar a irrisória e insana multa de 3 reais destinada a quem deixar de votar.

Lembrando que, se você deixa de votar, seu nome não aparece mais em listas de concursos públicos e outros serviços. Ou seja: você deixa de ajudar aquele candidato a encher o rabo de dinheiro porque, sei lá, bateu o carro no dia… e ele corta talvez o unico privilégio que tu tem na vida.

O quarto grupo é o patinho feio da democracia.

Imaginem uma família de seis pessoas que mora no sertão do Maranhão, que se alimenta de palma e farinha de mandioca por meses a fio.  O que essa família tem de instrução? Menos de zero.

Aí chega um candidato sorridente e dá um prato de comida para seis bocas famintas. Para a família, ele é um deus que acabou com a miséria no sertão.

Para ele, são seis votos mais perto do poder.

Quando o próprio governo torna o voto obrigatório, força o povo ignorante a votar na primeira pessoa que te vier em mente. E se você não tem um mínimo de instrução, a primeira pessoa que você vai querer ajudar é aquele a quem você tem uma “dívida”. Ou seja, para “retribuir o valor”, você dá a um candidato que te deu um prato de comida, o poder maior da democracia.

O teu voto, imbecil.

É questão de interpretar infográficos: No Norte e Nordeste, regiões onde escola é artigo de luxo, Dilma pisa na garganta de Serra e dá gargalhadas. No Sul e Sudeste, regiões brasileiras com maior desenvolvimento e maior acesso à informação, Serra leva enorme vantagem sobre Dilma.

Mas como deixar isso claro pras pessoas menos informadas? Como falar pro pessoal do interior de Pernambuco que eles tão votando errado?

Simples, não se fala. Muda. Mas como mudar isso?

O maior inimigo do poder indiscriminado (basicamente o pilar da política nacional) é o conhecimento. Porque tu acha que o ensino no Brasil é uma merda? “Sem querer”? Descaso? Não, meu amigo. INTERESSE. Os governantes QUEREM que o povo permaneça BURRO para poderem permanecer onde estão. Não é sobre dinheiro, é sobre poder. E não há nada que motive mais um ser humano do que poder reinar sobre outros humanos.

Todo regime político, seja ele socialista, comunista, democrata, capitalista, enfim, tem como objetivo principal privilegiar poucos em sacrifício de muitos.

“Como assim, comunismo não kra!! mentira!!! eh td mundo iguallll”. O delirante sucesso da União Soviética e dos países comunistas na segunda metade do século XX provam que você está errado.

Uma sociedade não sobrevive em uma anarquia. O ser humano precisa ser comandado, precisa ser pau mandado, precisa abaixar a cabeça a algo ou alguém. Prova disso é a criação das religiões: na falta de um líder, ele é temente ao seu Deus. Vamos deixar a religião de lado por enquanto.

Ao meu ver, existem três coisas criadas pelo homem que, no papel, são perfeitas e completamente impossíveis de acontecer na prática: a democracia, a Constituição brasileira e o comunismo. Não há nada mais justo do que o povo eleger seus representantes e seus líderes, pessoas que vão ser você perante a bandeira do teu país. Mas o ser humano é algo imperfeito.

Ao invés de ORDEM E PROGRESSO, teríamos que imprimir em nossa bandeira verde, amarela, azul e branca, os dizeres A LEI DE GERSON AQUI SE APLICA LOUCAMENTE.


Poder levar vantagem sobre o teu semelhante é o que define o brasileiro. Vamos fazer o que eu mais gosto: exemplificar e generalizar.

Você vai numa padaria e pede uma quantidade de presunto. Você paga com uma nota de 20 reais e recebe o troco como se fosse uma nota de 10 – logo, receberia troco a menos. Rapidamente, você percebe que saiu perdendo e informa o caixa, sendo ressarcido.

Se o caixa desse o troco pensando ter recebido uma nota de 50 reais, ão vê quete devolveria muito mais troco do que você deveria receber. Rapidamente, você embolsa a quantia extra e sai da padaria o mais rápido possível.

“Ninguém mandou ter errado, agora paga por isso”. Sim, o trabalhador que te atende perfeitamente terá que pagar do bolso pelo seu mau caráter. Justo.

Um político corrupto faz isso todos os dias.

A iminente vitória da candidata cabeçuda Dilma Rousseff prova uma coisa: vocês são burros. Quem quiser ficar ofendido, que fique, mas essa é a verdade.

O presidente é uma figura fictícia, fantasiosa. Seu único poder de verdade é dar poder para outros, uma vez que é ele quem nomeia os ministros, e daí pra baixo é que começa a sacanagem. Cada ministro escolhe seus assessores (geralmente do próprio partido ou amigados), e esses assessores fazem a porra toda virar uma salada mista de propina e dólares na cueca.

O presidente é alguém que eu elejo pra me representar diante de outros governantes.

Eu simplesmente não consigo dar meu voto pra alguém que eu sei que nunca se daria bem numa roda de capoeira. Dilma seria humilhada por Nicolas Sarkozy, o baixinho presidente da França. Tomaria uma surra de Angela Merkel, a vovó Chanceler da Alemanha. E não seria páreo para Obama, que tem a ginga de um jogador de Street Fighter. Levaria pau de todos os presidentes latino americanos doidos varridos, que são piada no mundo inteiro.

Dilma não tem envergadura pra ser presidente nem do comitê organizador de campeonato de sinuca da rua de trás. Dizem que ela é o novo Lula, mas ela está longe, looonge, looooooooooonge de sequer simular o carisma e a liderança do gordo fofo barbudo que fala errado.

Querem a prova disso? Comparem, desliguem o “Pânico na TV” e assistam os debates.

Enquanto José Serra, político respeitado com quase meio século de vida pública, fala com facilidade, explicando as acusações alheias com fatos e fazendo uso da dialética… Dilma, o boneco de posto, gagueja e faz perguntas retóricas para ganhar tempo e desviar o assunto para algo que ela realmente saiba falar.

Entre um homem que já passou por todos os setores do governo (prefeito, governador, secretário, ministro…) e com 40 anos de política nas costas e uma semi-alfabetizada cujo feito maior foi servir de fantoche por quatro anos para ser treinada e ocupar o lugar de Lula, eu fico com Serra.

Mas, em país que vencedor de Big Brother tem mais votos que o próprio presidente, não se pode esperar muita coisa.

É uma pena que você seja tão burro, povo brasileiro.

Anúncios

Autor: Raphs

Três palavras definem bem o autor: velho mau humorado. Fisicamente, três anos a menos. Mentalmente, sessenta anos a mais.

27 comentários em “Uma breve resolução sobre minha opinião política.”

  1. Raphs, já ouvi essa ideia algumas vezes e vou te falar que não consigo olhar pra ela sem ficar BOLADÃO, cara.

    Seilá, acho que é muito simplista dizer que pobre vota na Dilma porque é burro e rico vota no Serra porque é “mais desenvolvido e tem acesso à informação”. Será que é isso mesmo? Não pode ser que pobre vote na Dilma porque o governo da Dilma favorecerá mais os pobres? O Sudeste vota no Serra porque o Sudeste é bem esclarecido ou porque o Sudeste se beneficia da proposta de governo do Serra? “É questão de interpretar infográficos”, mas será que tu tá interpretando os infográficos certos? Não é fácil demais dizer que eles votam na Dilma porque são burros ao invés de considerar que talvez eles estejam escolhendo o que consideram melhor pra si? Rico vota no Serra porque é esclarecido, mas pobre vota na Dilma porque é burro? Rico tá defendendo o interesse de todo mundo e pobre tá sendo manipulado? Será mesmo? Das vezes que eu vi, cara, tava é cada um cuidando do seu, sabe.

    Fica difícil pra eu engolir essa teoria quando ela parece que diz que os pobres são uns incapazes estúpidos. Ok, não tem escolas. Ok, não tem ensino médio completo. Ok, não sabem o que é a fórmula de Báskara. Mas você acredita mesmo que escola traz mais discernimento? Que pessoal formado respondendo chamada vota “mais certo” que pessoal sem educação? Pela minha vivência, amigo, já vi gente com faculdade e visões políticas estúpidas e cara sem nenhuma educação e esclarecido pra caraleo.

    Qual a solução então? Só vota quem tem ensino? Tenho que levar meu diploma pra votar? Trocamos título de eleitor por doutorados?

    Não tô defendendo nenhum lado, é só que essa história de “os ricos são mais esclarecidos e por isso votam Serra” não parece certa. Pra mim é mais “os ricos são ricos e por isso votam Serra”. Discorda?

    Curtir

  2. Onde eu falei que todo pobre é burro e vota na Dilma? Tu que generalizou o lance do Nordeste.

    Não votei em nenhum dos dois no primeiro turo, não sou tucano. Por falta de opções, voto em Serra.

    Se pudesse, não votaria em ninguém.

    Curtir

  3. Pois é, Raphs…
    Parece ser iminente mesmo a vítória da candidata do PT.
    E acho que esse povo que se diz “imparcial”, que não fala em quem vai votar tem tudo que tomar no cu mesmo. Imaparcial é meu pau imitando um helicóptero na laje de casa.

    Curtir

  4. Raphs,
    Pelos seus próprios argumentos, você se classifica como eleitor do tipo retardado. Só faltou dizer que a Dilma é a favor de matar criancinhas.

    Você realmente tem uma boa retórica, se incluir dialética nos seus textos, fica jóia =)

    Abraços.

    Curtir

  5. Maneiro que você tenha as suas opiniões, e mesmo não sendo tucano, vai votar no menos pior. Acho que isso ta longe de ser uma ideia genial, ou mais autentica que a de quem teve o voto comprado.
    Ao inves de te criticar por fazer isso, vou te dizer porque eu nao voto no Serra, e mesmo insatisfeito com a Dilma, darei meu voto a ela. Pelo passado do Serra e do partido dele, que faz todo o esforço pra se mostrar como o lado capaz de fazer o brasil avançar.
    É muito facil tambem criticar o nordeste, embora nada do que voce tenha falado chegue a ser errado, mas eu te digo, com a certeza de alguem que ja visitou o nordeste inteiro, que a pobreza lá é muito maior do que se pode imaginar, inclusive entre os movimentos sociais, que por sinal, não apoiam o governo do pt completame nte, mas são provavelmente mais politizados que 80% do rio de janeiro, e vão votar na Dilma.
    Serra já largou mandatos pra concorrer a outros com cargo superior. Já foi presidente da UNE e largou essa posição, se exilando durante a ditadura, e até onde me contaram, esse dado não está em sua biografia. Ele se oprgulha de dizer que foi o melhor deputado da constituinte, mas a verdade não é essa, foi o parlamentar que mais votou contra TODOS os direitos trabalhistas. Isso sobre a pessoa Serra, sobre o partido tem muito mais coisa negativa. Em 8 anos de FHC não se criou nenhuma nova universidade, foram privatizadas inumeras empresas estatais, e por ai vai.
    Claro, corrupção no governo do pt existe, a Dilma é despreparada e não chega perto do lula, mas tambem existe corrupção no governo da atual oposição, nada garante que Serra vai ser um presidente capaz de se articular bem internacionalmente, já que a política dele é diferente da do lula, e com certeza, essa politica diferente dele não é vantagem nenhuma pros milhares de pobres do nordeste, que não sabem votar.

    Curtir

    1. “Serra já largou mandatos menores por cargos maiores”. Pelo amor de quem, você é HUMANO, se tu tem a chance real de conseguir uma promoção na tua carreira, tu vai dizer “não”?

      É tradição dos governantes paulistas ficarem sambando nesses cargos até se candidatarem a presidente. Tancredo fez isso, foi prefeito de SP antes de ser eleito.

      Sobre corrupção, qualquer governo brasileiro será corrupto. A diferença entre dólares na cueca e PC Farias é a cobertura que a imprensa fez do caso.

      Nunca se teve acesso à informação como se tem hoje, e qualquer mensalinho vira Watergate.

      Curtir

  6. “O presidente é uma figura fictícia, fantasiosa. Seu único poder de verdade é dar poder para outros (…)”

    Cara, você não pode sair escrevendo o que acha sobre as coisas sem ter fundamentado suas opiniões. Você tem certeza que sabe o que faz um presidente?

    Isso invalida toda sua argumentação ao mostrar desconhecimento sobre o principal cargo político do país. Seu texto não tem credibilidade nenhuma a partir do momento que afirma que o cargo de presidente é um cargo fantasioso.

    Convido você a dar uma olhada rápida na Constituição de 88 para saber quais são as atribuições do Presidente do Brasil enquanto Chefe de Estado e de Governo.

    Curtir

    1. Não, não sou mal informado.

      O presidente só tem poder direto sobre a nação em períodos de emergência ou de guerra. Ele pode adotar medidas provisórias, declarar guerra a outros países e assinar as leis aprovadas por deputados e senadores.

      O STF tem mais poder direto em relação à população do que o presidente. Ele só ganha em propaganda, afinal é a figura máxima do país.

      Se quiser iluminar a cabeça do pessoal aqui, esteja a vontade. O espaço tá aberto.

      Curtir

  7. Raphs,
    Que você fez campanha para o Serra nesse post, é fato. Até aí, tudo bem. Muito bom ter uma posição e defendê-la. Se fazemos isso a respeito das cabeças de pedra da ilha de páscoa, por que não fazer com a política?

    Apenas percebí que nessa sua defesa ao Serra faltaram argumentos e sobraram preconceitos.

    Minha observação não se referiu ao fato de você fazer campanha para Serra, e sim pela forma que você o fez: Com os mesmos meios que você atribuiu aos retardados.

    Abraços.

    Curtir

  8. Por coincidência, nossos vizinhos da Argentina, estão se fodendo nesse exato momento, pois o REAL presidente do País deles morreu. Ele colocou a sua mulher no poder, mais era ele quem governava.

    Até mesmo os petistas mais fanáticos terão que concordar que é IMPOSSÍVEL de separar a imagem da Dilma de Lula. Ela apenas segue ordens, é um fantoche. Igual o que aconteceu na Argentina…

    Porém como aqui Bolsa Esmola compra votas, vislumbro a possibilidade real e iminente de caminharmos para um DITADURA, igual nosso queridos amigos sul-americanos, com os quais o PT tanto se identifica e apóia.

    Curtir

    1. Sério, você sabe o que faz um ministro da casa civil?
      Ok, obrigado.

      E DIPLOMACIA é diferente de APOIO. BOLSA ESMOLA tem intenções sociais e econômicas fundamentadas e efetivas, que ajudaram o país a sair da crise muito mais rápido. CONTROLE DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO não é censura e nem indício de ditadura. Vá ler sobre as políticas externar, vá ler mais sobre os Kirchner, vá ler sobre PNDH-3.

      E, na boa, vá ver o conceito de ditadura. Não que eu concorde com o Chaves, mas uma “ditadura democrática” é foda, né?

      Curtir

      1. Então, sabidão, porque tu não escreve um texto do ZERO e posta tudo sobre tudo o que tu disse?

        Jogar merda no trabalho dos outros é muito mais fácil, certo?

        Curtir

      2. Desculpa se não dexei claro.

        Eu gostei do seu texto, e apesar de discordar de certas partes e achar alguns problemas na argumentação aqui e ali, como já foi citado, eu achei ele muito bom.

        Critiquei foi o carinha ai encima.

        Curtir

      3. Sim, eu sei. Sou formado em Contábeis e Direito. Grato.

        Diplomacia pode ser diferente de apoio, porém só não enxerga quem não quer as perigosas ligações do PT com as FARC e com os aspirantes a ditadores na AL e no resto do mundo. E o assistencialismo barato do governo é sim uma esmola. Preferem dar um trocado para o pobre do que fazer um plano de desenvolvimento social. Com isso apenas criam hordas de dependentes das esmolas do governo. Controle dos meios de comunicação nada mais é do que censura SIM. Ou o Hugo Chávez fechou emissoras de TV apenas porque o final da novela não era o que ele queria? Houve sérias tentativas de censura a opositores do governo na Nordeste. Vá ler mais. E sobre a Argentina, vá ler mais também. Até eles estão sem saber o que fazer agora. E ditadura democrática ??? Chávez nada mais faz do que manipular a opinião pública para se manter no poder. Se isso é democracia…

        Curtir

  9. Não estou satisfeito com a campanha da Dilma mas sou totalmente contra tucano-fdp-elitista. Sei não, mas… sinceramente? Acho que o Serra falar melhor que a Dilma não significa porra nenhuma. Ele fez coisas legais enquanto governador daí de SP? Não sei, mas também isso não conta muito pra mim, considerando que FHC, antes de ser eleito, também tinha feito coisas legais que não sei exemplificar agora, mas que resultaram na vitória dele. Raphs, tu fala do Norte e Nordeste, mas você simplesmente não sabe o que é comparar o Norte e Nordeste da época do Lula com o da época do FHC.

    Meu descontentamento com a Dilma me faz pensar se estou sendo muito radical em igualar o Serra ao FHC, mas parece que meu medo é maior e vou ficar com a terrorista mesmo.

    E, apesar de eu não ter concordado em alguns trechos, gostei do post. Valeu.

    Curtir

  10. nao sei como a dilma ficou assim falando essas coisas mas ela costumava falar mto bem… e isso mto antes de qualquer eleiçao… pra quem tiver curiosidade de conhecer uma dilma totalmente diferente do que essa criatura caricata que aparece na televisão recomendo a entrevista dela no programa do jô no dia 26/05/08… aqui o link para a primeira parte no youtube http://www.youtube.com/watch?v=2ystG70JXZs

    pois eh… acho que mto do que era pra ser dito ja foi dito eu so queria compartilhar isso mesmo.. acho interessante

    Curtir

  11. Reforma da Previdência Social, na minha opinião a Previdência Social não da prejuizo ao governo, aquela em que todos nós pagamos quando estamos empregados, que deveria se chamar de Seguro Social., O que dá prejuizo é Assistência Social, coisa que eu acho muinto justo, só que essa despesa deveria ser desmenbrada do INSS e serpaga pelo Tesouro Nacional, já com previsão antecipada no orçamento da União, que são Bolsa Família, Aposentadoria de Pescadores, Soldado da Borracha, deficiêntes, etc.. etc. mais o lobe que esta por tráz disso é muinto grande pelas empresas de seguro, querem fazer com o Brasil o que ocorre nos Estados Unidos em que o Presidente Obama esta comendo uma pupunha para dar este beneficio aos Américanos. O Estado Brasileiro dês de seu descobrimento tem dono e é formado por Capitanias Hereditárias até hoje os donos estão ai e fazem o que bem querem, imaginem as despesas gasta com o Poder Execultivo Lesgislativo e Judiciário, é uma fabula de dinheiro jogado fora para sustentar uma menoria de Parasítas, sem contar com alguns Fantásmas que de vez em quando são apresentados na mídia, vejam senhore a despesa de um só senador, segundo estudos feitos ano passado, estava em torno de R$ 3,6 Milhões de Reais por ano o poder Judiciário nem se conta, é uma caixa preta, juizes ganhando e desembagadores ganhado na faixa de R$ 25 Mil Reais mais gratificações, enquanto Professores Concursados com doutorado pos-doutorado na área de Fisíca extremamente complexa e dificil esta ganhando R$ 7.5 sete mil e quenhetos reais e o salário minímo é de R$ 540,00 reais veja a diferênças para o salário dos desembargadores tem deles que chegam até aos R$ 60 Mil Reais, hoje já ganhamos $ 320 dolares nos governos anteriores, como no governo FHC não passavamos de $ 65 dolares, é de contar nos dedos os palamentares que estão no congresso e que tenham a boa vontade de ser pelo menos patriota, estão lá para jugarem em causa propria e fazer as negóciatas em seu beneficio, a solução é um levante de conciência Nacional de todo Cidadão Brasileiro e dizer não a essa bandalheira que no Brasil os beneficiados chamam de democracia, para elês ! para nós, eu chamo de Escravidão Branca. não vou falar mais porque estou já me aborrecendo de tanta indignação.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s